terça-feira, 6 de julho de 2010

Conselheiro Rodrigues Alves


Rodrigues Alves
Francisco de Paula Rodrigues Alves nasceu nessa terra no dia 7 de Julho de 1848, filho do Português Domingos Rodrigues Alves e Isabel Perpétua  Marins estudou no colégio Pedro II no Rio de Janeiro 
O pai veio para o Brasil em 1832, fixando-se em Guaratinguetá, abandonou a vida no comércio e se dedicou a lavoura tornado-se plantador de café. 
Em 1875 casou-se com Ana Guilhermina de Oliveira Borges, neta de Francisco de Assis de Oliveira Borges o Visconde de Guaratinguetá, cuja principal propriedade era a fazenda das três barras.
A carreira politica de Rodrigues Alves começou apoiada primeiramente graças a influência do poderoso Visconde de Guaratinguetá, chefe conservador da província, outro fato que alavancou sua vida politica foi a de pertencer a Burschenschaft ou Bucha uma misteriosa sociedade secreta que existiu por muitos anos no largo de são Francisco. De seus quadros saíram inúmeros estadistas com forte influência na politica Brasileira no final do Império e na República Velha.
Formado em direito foi Juiz de Paz, promotor e vereador em Guaratinguetá, deputado e geral pelo partido conservador ,empresário de sucesso no ramo de café tornou-se a terceira maior fortuna do País, a fazenda onde morava tinha 400 cômodos 
Governou São Paulo entre 1887 e 1888 como presidente de Província e foi conselheiro do Império, titulo que usou até o fim da vida.
Rodrigues Alves foi eleito presidente da República em 1 março de 1902, obtendo 592.039 votos seu vice foi Francisco Silviano de Almeida Brandão.
Seu governo foi destacado pela campanha de vacina obrigatória que ocasionou a revolta da vacina, promovida pelo sanitarista e ministro  da saúde Osvaldo Cruz, e pela reforma urbana do Rio de Janeiro realizada pelo prefeito do Rio, Pereira Passos. Ocorreu no seu Governo a chamada revolta Militar 
Em 1912 novamente foi reeleito para presidente do Estado de São Paulo. Este Governo iniciou a restauração da Rodovia Caminho do Mar, chamada de estrada do vergueiro, construiu a ponte no rio tietê em Barra Bonita
Em 1912 reorganizou o gabinete de investigações e capturas criado em 1910 o que modernizou a policia civil de São Paulo. Também em 1912 a lei 1357 implantou a Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo, atual  Faculdade de Medicina da USP.
Foi eleito para o segundo mandato como presidente em 1 março de 1918 com 386.467 votos, mas contraiu a gripe Espanhola e não tomou posse na presidência e o vice Delfim Moreira assumiu interinamente a presidência no dia 15 de Novembro de 1918
Rodrigues Alves faleceu em Janeiro de 1919.
É considerado hoje o presidente que mais se preocupou com a população de República Velha.
Obs: há quem diga que governou para os ricos...


Museu Cons. Rodrigues Alves


Em 1972 a casa onde viveu o conselheiro tornou-se museu. Em 2009 passou por uma restauração e esta  aberto de Segunda a Sexta Feira para visitas 
O museu está localizado em frente a praça Conselheiro Rodrigues Alves e a entrada é gratuita.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir